Skip to Content

Entrevista com o Eng. Ismar do Vale Junior, da Rádio Nacional

Entrevista com o Eng. Ismar do Vale Junior, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), coordenador de manutenção da Rádio Nacional, sobre a digitalização do rádio no Brasil. Leia a entrevista na íntegra.

1. Como anda o processo de digitalização do rádio no Brasil? Ele ainda
está na agenda decisória do governo?

A digitalização do Rádio há muito tempo saiu de evidência e não está
na lista de prioridades dos órgão públicos. A chama ainda está acesa mas
necessita ser aumentada pois existe ainda interesse em sua definição.

2. Quem são as forças que estão lutando pela digitalização no país?

A EBC e algumas Associações civis permanecem com interesse vivo na
conclusão do processo de digitalização do Rádio no Brasil. No MCTIC o
assunto continua numa prateleira pronto para voltar à discussão.

3. Oque você acha que ajudaria a destravar o processo de digitalização
do rádio e fazer o meio renascer?

Entendemos que somente a mobilização das entidades, que mantêm o
interesse na digitalização do rádio, fará o processo destravar e
adquirir um velocidade maior.

4. Quais são os planos da EBC com relação ao rádio digital?

A EBC tem um interesse muito grande, atualmente focado na definição
do padrão digital para o serviço de Ondas Curtas. O interesse na
prestação do serviço de OC é estratégico e o Parque de Transmissão em OC
da EBC em Brasília, integra o rol das infraestruturas críticas do
governo. Dessa forma, com a digitalização o serviço ganhará em qualidade
e redução de despesas de energia, uma vez que se consegue uma maior
cobertura em OC através da tecnologia digital.Além do serviço em OC a
EBC também possui interesse na digitalização do serviço em OM, pois
opera uma emissora de cobertura territorial, a Rádio Nacional de
Brasília OM 980 kHz, que transmite atualmente com 200 kW. A
digitalização do OM resultará em maior qualidade de áudio e redução do
gasto com equipamento de transmissão e energia pois empregar-se-á menos
potência para cobrir todo o país

5. Como você vê as espectativas da EBC com relação a digitalização do Rádio?

A EBC entende que a definição pelo padrão em OC é descomplicado,
uma vez que não existe disputa de padrões concorrentes. Todos sabemos
que somente o padrão DRM é a tecnologia digital adotada pelo fabricantes
de equipamentos transmissores. Com relação ao serviço em OM entendemos
que o processo deve ser continuado com o prosseguimento dos testes,
cujos procedimentos foram definidos na última reunião do Comitê Técnico
do Rádio Digital. A EBC deseja que sejam reativadas as reuniões da
Comissão do Rádio Digital criada oficialmente pelo governo brasileiro, e
cujas atividades foram paralisadas há algum tempo.

Entrevista dada ao Consórcio DRM e disponível em inglês em: http://www.drm.org/interview-with-mr-ismar-do-vale-junior-ebcs-radio-mai...



X